ABN - Agência Brasil de Notícias

MENU
BUSCAR
MENU
BUSCAR

Saúde




Ações de controle

Amazonas registra aumento de 43% em dengue nos últimos dois anos

Em 2021 as notificações da doença subiram para 14.740

Por Patrícia Rabelo, 13/01/2022 17:09

Foto:Divulgação/FVS-RCP

O Amazonas registrou um aumento de 43% nos casos de dengue nos últimos dois anos, pelo menos 20% dos quais notificados na capital, Manaus. A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas está intensificando as ações de controle ao mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue, da zika e da chikungunya.

Foram 10.251 casos de dengue notificados em 2020. Já em 2021, o número do indicador subiu para 14.740 notificações. Os dados constam no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), oficial do Ministério da Saúde para esse tipo de registro, e são informados pelas Vigilâncias em Saúde municipais para a FVS-RCP, que consolida os registros.

Somente em Manaus, foram 2.236 casos (22%) em 2020, e 5.706 (39%) em 2021. Alguns dos sintomas da dengue podem se manifestar de forma semelhante aos da Covid-19, como dores nas articulações, dores musculares e febre. O paciente com dengue pode também apresentar manchas pequenas na pele e problemas no trato intestinal, como diarreia. Já a tosse e falta de ar são mais comuns na infecção pelo novo coronavírus.

Prevenção

Foto:Divulgação/FVS-RCP

 

Daniel destaca também que o Amazonas enfrenta período chuvoso, também conhecido como inverno amazônico, que segue até maio. O acúmulo de chuvas é cenário favorável para a proliferação do Aedes aegypti, já que, nessa época, é observado aumento de casos da doença..

Em 2021, os municípios do Amazonas que mais registraram notificações de dengue foram: Manaus (5.706), Tefé (1.248), Tapauá (936), Envira (698), Iranduba (670), Manicoré (669), Guajará (514), Manacapuru (479), Jutaí (471) e Lábrea (457).

Zika e chikungunya

Também foram registrados aumentos nos casos para zika e chikungunya no Amazonas no comparativo nos últimos dois anos. Foram 111 casos de zika em 2020, e 213 em 2021. Já em relação aos casos de chikungunya, foram identificados 28 em 2020, e 359 em 2021.

(*) Com informações da assessoria



ABN - Agência Brasil de Notícias

© Copyright 2022 ABN - Agência Brasil de Notícias.

Nome completo

E-mail

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail nossas notícias em seu e-mail em tempo real.

Faça sua busca em nosso banco de notícias

Nome

Aguarde carregando...

Aguarde, carregando o sistema...

0%

Cadastre-se

Nome completo ou nome da empresa

E-mail

CPF ou CNPJ

Telefone fixo

Celular

Senha


Esqueci Minha Senha

Voltar ao login


Formulário de contato

Nome

E-mail

Telefone ou celular

Texto