ABN - Agência Brasil de Notícias

MENU
BUSCAR
MENU
BUSCAR

Esporte




Aposentadoria

Formiga faz jogo de despedida na Arena da Amazônia nesta quinta-feira

Jogadora dedicou mais de 20 anos de sua carreira do futebol somente à seleção brasileira.

Por Filipe Vasconcelos, 25/11/2021 19:14

Foto: Fifa/Divulgação

Esta noite, a Seleção Feminina Brasileira fará sua estreia no Torneio Internacional de Futebol Feminino contra a Índia em clima de emoção e despedida. A estreia das canarinhas, nesta quinta-feira (25), marca a despedida de uma lenda do esporte. Miraildes Maciel Mota, mais conhecida como Formiga, de 43 anos, fará seu último jogo na Arena da Amazônia. Com mais de 20 anos dedicados à seleção brasileira e uma série de recordes conquistados no futebol, Formiga deixa os campos com a certeza de que seu legado vai influenciar outras garotas a seguirem seus sonhos.

Nascida em 1978, em Salvador, Bahia, Formiga começou a jogar bola aos 12 anos de idade, ainda nos campos de Salvador. A atleta cresceu em meio ao preconceito que as mulheres sofriam com relação ao futebol. Coincidentemente, Formiga nasceu um ano antes da queda do decreto-lei de 1941, que proibia mulheres de jogarem futebol no Brasil. A lei não estava mais vigente, mas isso não impediu de a trajetória da jogadora ser marcada pelo machismo.

Aos 17 anos de idade, Formiga fez sua estreia na seleção brasileira, disputando sua primeira Copa do Mundo em 1995, na Suécia. Formiga disputou nada menos que sete Copas do Mundo; 1995, 1999, 2003, 2007, 2011, 2015 e 2019, foi a atleta brasileira com mais participações em Copas, homem ou mulher, inclusive, superando o recorde de Cafu.

A mesma meta se repetiu nas Olimpíadas, foram sete jogo disputados; 1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016 e 2020. Em Rio 2016 foi a primeira aposentadoria da meia-campista, que anunciou abandonaria os campos após os jogos olímpicos daquele ano. Seu último jogo foi contra Itália, vencendo por 5x3. Em 2018, Formiga desiste da aposentadoria e retorna aos campos, onde pode disputar mais uma Copa do Mundo e Mais uma Olímpiadas.

Formiga vai se aposentar dos campos como jogadora, mas não pensa em sair de cena no esporte, e já pensa no que pode fazer pelo futebol. ”Meu intuito é estar no futebol feminino, mas eu vim pensando e acredito que talvez não seja só na terceira linha, que é demarcação do treinador, que eu posso ajudar, mas também fora como diretora de um clube ou quem sabe até mesmo dentro da CBF” declarou a atleta, que escolheu a Arena da Amazônia para encerrar sua brilhante carreira no futebol. Certamente, o Amazonas jamais se esquecerá da noite de hoje.

Amazonas na mira do esporte

O incentivo ao esporte no Amazonas está em alta em 2021. No dia 14 de outubro, Brasil e Uruguai se enfrentaram pelas eliminatórias da Copa do Mundo aqui na Arena. A partida foi a primeira da equipe de Tite desde a pandemia a contar com a presença de público, foram 14 mil torcedores prestigiando um dos maiores eventos esportivos que a Arena já recebeu.

Durante o segundo treino das meninas para o jogo contra a Índia, o governador do Amazonas, Wilson Lima, falou sobre o projeto Gol do Brasil, uma parceria entre o Governo do Estado com a CBF para promover o esporte entre crianças e adolescentes em situações de vulnerabilidade.

“É um programa muito interessante da CBF, o Gol do Brasil, com participações de algumas ex-jogadoras e ex-jogadores da Seleção Brasileira no início do projeto, e professores de Manaus que serão qualificados para o Gol do Brasil, que vai acontecer aqui em Manaus e no município de Autazes”, destacou Lima.

A CBF vai conceder 32 licenças S (Social) da CBF Academy para preparar profissionais da rede estadual de Manaus, e outros 8 profissionais serão credenciados pela Prefeitura de Autazes. O objetivo é qualificar os profissionais que desejam atuar no projeto na condição de professor, facilitador, coordenador e/ou estagiário.

Títulos conquistados por Formiga em sua carreira

Copa América Feminina: 2018

3x Campeã Jogos Pan-americanos: 2003, 2007, 2015

3x Campeã Copa Libertadores da América de Futebol Feminino: 2011, 2013 e 2014

Campeã potiguar: 2012

Vice-Campeã - Copa do Mundo de Futebol Feminino: 2007

Vice-Campeã - Jogos Pan-americanos: 2011

Bola de Prata 2016 - Destaque Futebol Feminino

Foto da capa: Divulgação

ABN - Agência Brasil de Notícias

© Copyright 2021 ABN - Agência Brasil de Notícias.

Nome completo

E-mail

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail nossas notícias em seu e-mail em tempo real.

Faça sua busca em nosso banco de notícias

Nome

Aguarde carregando...

Aguarde, carregando o sistema...

0%

Cadastre-se

Nome completo ou nome da empresa

E-mail

CPF ou CNPJ

Telefone fixo

Celular

Senha


Esqueci Minha Senha

Voltar ao login


Formulário de contato

Nome

E-mail

Telefone ou celular

Texto