ABN - Agência Brasil de Notícias

MENU
BUSCAR
MENU
BUSCAR

Região Norte




Onda de crimes

Semana em Manaus começa com escolas fechadas e sem ônibus nas ruas

Serviços municipais e estaduais suspenderam atendimento presencial. Órgãos do Legislativo e Judiciário também suspenderam o expediente após os ataques de domingo.

Por Da Redação ABN*, 07/06/2021 10:17

Com os inúmeros ataques que continuaram sendo motivo de ocorrências ainda durante a noite deste domingo (06), e a madrugada desta segunda-feira (07), a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) suspendeu o retorno das aulas da rede estadual programadas para acontecer hoje.

Além das escolas, vários órgãos públicos anunciaram a suspensão de atividades nesta segunda-feira (07). Órgãos como o Tribunal de Contas do Estado, Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e a A Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) suspenderam temporariamente o funcionamento da unidade do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) do bairro Educandos, zona sul, por ter sido alvo de três criminosos que atearam fogo em parte das instalações e quebraram uma das portas de vidro.

Também foi informado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que o funcionamento dos pontos de atendimento (Unidades Básicas de Saúde, Clínicas da Família e outros centros de atendimento em saúde) têm previsão de iniciar às 11h, incluindo o processo de vacinação contra a covid-19.

A circulação dos ônibus também foi suspensa. O comunicado foi feito pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), que, ainda na noite deste domingo, foi depredada a tiros, na avenida Constantino Nery, Centro de Manaus. Segundo o Sindicato, não haverá atendimento na central e nos postos do Sinetram.

Até o início da noite deste doming (06) foram registrados incêndios em 21 veículos, em quatro agências bancárias (Bradesco, Caixa Econômica, Banco do Brasil e Santander), um comércio, um em via pública e no Pronto de Atendimento ao Cidadão (PAC) do bairro do Educandos, zona sul de Manaus.

Visitas no sistema prisional são suspensas


Por tempo indeterminado, em Manaus e nos municípios de Parintins e Careiro Castanho, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) decidiu suspender as visitas no sistema prisional do Amazonas a partir desta segunda-feira (07).

Segundo o secretário Louismar Bonates, a ordem dos ataques teria partido de dentro de uma das unidades prisionais da capital. “Isso foi motivado por causa da morte do traficante conhecido como “Dadinho” e a Inteligência levantou que a ordem partiu de dentro do presídio. Eu quero informar a eles que quem for localizado dando essa ordem será solicitada a transferência deles para presídio federal”, afirmou.

Universidade suspendem atividades presenciais acadêmicas


A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) também anunciaram a suspensão das aulas presenciais em Manaus e no interior, nesta segunda-feira (07), por medidas de segurança.

Em nota, a UEA informou que a medida vale para as unidades de Manacapuru, Careiro Castanho e Parintins. As aulas ocorrerão de forma remota.“Por medidas de segurança as aulas e atividades administrativas no dia 07 de junho serão realizados por meio de tecnologias digitais, de forma remota, não presencial. Há previsão de retorno às atividades presenciais essenciais no dia 08 de junho de 2021, que será confirmada em momento oportuno”, diz o comunicado.

Já a Ufam, disse em nota que as atividades acadêmicas nas unidades da capital devem ser realizadas de forma remota. “As atividades essenciais permanecem inalteradas. Em momento oportuno, o retorno das atividades será confirmado”, ressaltou o comunicado.

Reforço no policiamento e forças de segurança


O governador Wilson Lima, afirmou neste domingo (06) que determinou o reforço no policiamento em Manaus e Região Metropolitana. “Nós triplicamos, hoje, a quantidade de policiais nas ruas e estamos montando barreiras em locais estratégicos. Já estamos trabalhando com nosso pessoal da investigação e já identificamos alguns possíveis mandantes. Quatorze pessoas já foram presas, dentre elas um dos líderes desses ataques coordenados na cidade de Manaus, no município de Parintins e também no Careiro Castanho”, detalhou.

Wilson Lima informou, ainda, que já conversou com o ministro-chefe da Casa Civil do Governo Federal, general Luiz Ramos, para informar sobre a situação no Amazonas e o trabalho que está sendo feito pelas forças de segurança.

As operações da PMAM e Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) têm a coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), que instalou um comitê de crise no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Petrópolis, zona centro-sul, e o departamento de inteligência da SSP-AM mantém o trabalho de investigação para chegar aos mandantes dos ataques.

Também integram o comitê o Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), que completam o esforço conjunto para combater os ataques.

ABN - Agência Brasil de Notícias

© Copyright 2022 ABN - Agência Brasil de Notícias.

Nome completo

E-mail

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail nossas notícias em seu e-mail em tempo real.

Faça sua busca em nosso banco de notícias

Nome

Aguarde carregando...

Aguarde, carregando o sistema...

0%

Cadastre-se

Nome completo ou nome da empresa

E-mail

CPF ou CNPJ

Telefone fixo

Celular

Senha


Esqueci Minha Senha

Voltar ao login


Formulário de contato

Nome

E-mail

Telefone ou celular

Texto